quinta-feira, 31 de março de 2011

Harry Poter e o Enígma do Príncipe



Bem , eu falei aqui que estava afim de ler os livros de HP , e realmente comecei a ler. Ontem terminei o Enígma do Príncipe e tem que dizer que me deu uma baitaa vontade de chorar (na hora que o Dumblatore morreu) #buabua . Mas o que eu mais gostei é que pra mim foi um dos primeiros livros dessa série que teve mais romantismo, (Own Gina e Harry Forever) , e taah na cara que o Rony gosta da Ermione e ela dele !
Haha, eu tô comentando aqui como se já não soubesse a história,mas na verdade, eu já assistir até esse filme,mas ler a história torna tudo mais emocionante ainda.
Eu li uma vez uma frase do Steven Spielberg que dizia assim " A leitura de um grande livro é muito mais rica que assistir a um grande filme" e ela não poderia ser mais verdadeira. Comecei agora As reliquias das mortes e quando terminar tb postarei a resenha.Quem quiser rever as sinopses, eu já postei aqui

Depois do furacão, vem o arco-íris .


Você já se sentiu como um saco de plástico voando com o vento,querendo começar de novo ? Você alguma vez já se sentiu  tão frágil como um castelo de cartas a um simples sopro de desmoronar ? Você alguma vez já se sentiu como se estivesse enterrado a sete palmos,você grita, mas parece que ninguém ouve nada ?
(...) Você não precisa se sentir como um desperdício de espaço, você é original, não pode ser substituído. Se você ao menos soubesse o que o futuro lhe aguarda, depois do furacão vem o arco-íris.Talvez a razão, por quê todas as portas se fecharam seja pra você poder abrir uma que te leverá ao rumo perfeito.

                                                                               
                                                                                                                             (Firework - Katy Perry)


quarta-feira, 30 de março de 2011

Morte e Vida de Charlie St. Cloud - Ben Sherwood

Eu já auvi falar mt do filme desse livro com o Zac Efron, então resolvi pesquisar sobre o livro,e a história parece ser linda e emocionante. Mais um livro para acrescentar na minha lista de leitura.



 Sinopse: O livro conta a história de um jovem que sobrevive a um terrível acidente de carro, em que o seu irmão mais novo morre. Anos mais tarde, o laço entre os irmãos permanece tão forte que transcende os limites normais entre a vida e a morte. Charlie St. Cloud vive em uma confortável vila da Nova Inglaterra. Todos os dias, ele cuida da grama e dos monumentos do antigo cemitério onde seu irmão mais novo, Sam, está enterrado. Agraciado com um dom extraordinário, após sobreviver ao acidente, ele ainda pode ver, falar e até mesmo jogar com espírito de Sam. É quando conhece a jovem Tess e, o amor o deixa dividido, ao aproximar-se de Tess significa que ele estará deixando seu irmão para sempre?

terça-feira, 29 de março de 2011

Marley & Eu - John Grogan

Eu amo esse livro de todas as formas, nele vc percebe a existência e a ligação entre o seres humanos,sejam eles da mesma especie ou não. Eu chorei e adimito isso,porque eu senti na pele o que é perder alguém que se ama,o que é passar o extresse do dia-a-dia e cotinuar o amando,e a aceitando com todos erros.No fim,quando vc ama alguém,não é os defeitos ou as qualidades que fazem isso acontecer,mas a pessoa em si.
 "Você sempre esteve ao meu lado quando precisei de você.Na vida e na morte, sempre vou amar você." - Own , chorei mt quando cheguei nessas parte. 
(Eu tb tive um cachorrinho chamado Marley que tb morreu!)
 Deve ser meio ridiculo para alguém que não leu,simplesmente dizer que é só um livro,mas a verdade,é que o seu significado vai mais além. Amei tb o modo que o autor conduzio o livro,mesmo sendo uma história de cachorro, ao mesmo tempo é a história de vida de milhoes de pessoas e de famílias em todo o mundo,não é  Beethoven ou uma Lece (graças a deus!), é provavelmente o único livro sobre chachorros que tem algum significado.
   
"Lealdade.Coragem.Devoção.Simplicidade.Alegria.E também as coisas que não tinham importância.
Um cão não precisa de carros modernos, palacetes ou roupas de grife. Símbolos de status não significam nada para ele. Um pedaço de madeira encontrado na praia serve. Um cão não julga os outros pela cor, credo ou classe, mas por quem são por dentro. Um cão não se importa se você é rico ou pobre, educado ou analfabeto, inteligente ou burro. Se você lhe der seu coração, ele lhe dará o dele. É realmente muito simples, mas, mesmo assim, nós humanos, tão sábios e sofisticados, sempre tivemos problemas para descobrir o que realmente importa ou não." (pág.292)

Sinopse: John e Jenny tinham acabado de se casar. Eles eram jovens e apaixonados, vivendo em uma pequena e perfeita casa, sem nenhuma preocupação. Jenny queria testar seu talento materno antes de enveredar pelo caminho da gravidez. Ela temia não ter vindo com esse 'dom' no DNA, justamente porque matara uma planta, presente do marido, por excesso de cuidado - afogando-a. Então, eles decidiram ter um mascote. Vão a uma fazenda, escolhem Marley, ao tomar contato com uma ninhada, porque também ficam encantados com a doçura da mãe, Lily; depois têm uma rápida visão do pai, Sammy Boy, um cão rabugento, mal-encarado e bagunceiro. Rezam para que Marley tenha puxado à mãe, porém suas 'preces' não são atendidas. A vida daquela família nunca mais seria a mesma.

Querido John ,

 

Estou escrevendo esta carta, e eu estou sofrendo porque não sei dizer o que estou prestes a dizer. Parte de mim gostaria que você estivesse aqui agora para que eu pudesse fazer isso em pessoa, mas nós dois sabemos que é impossível. Então aqui estou, escolhendo as palavras, com lágrimas no rosto e com esperanças de que você, de alguma maneira, me perdoe pelo que vou escrever. Nós vivemos algo maravilhoso e quero que você nunca se esqueça disso. Você é raro e lindo John. Eu me apaixonei por você, mas, acima de tudo, conhecer você me fez perceber o que realmente significa o amor verdadeiro. Durante os últimos dois anos e meio, olhei para o céu a cada lua cheia e lembrei tudo que passamos juntos. Há tantas coisas. Quando fecho os olhos, vejo seu rosto. Quando caminho, é quase como se conseguisse sentir sua mão na minha. Essas coisas ainda são reais pra mim, mas aonde uma vez elas trouxeram conforto, hoje provocam dor. De algum modo mesmo amando um ao outro, perdemos a ligação mágica que sempre nos manteve juntos. Não espero que você entenda, mas por tudo que passamos, não posso continuar mentindo para você. Vou entender se você nunca mais quiser falar comigo, assim como vou entender se você disser que me odeia. Mesmo que você não queira ouvir, quero que você saiba que sempre será parte de mim. E não importa o que o futuro traga, você sempre será meu amor verdadeiro, e sei que minha vida é melhor por causa disso. Sinto muito, Savannah.                                                                                (Amo mt )

segunda-feira, 28 de março de 2011

News - Os Imortais

Oláa pessoinhas gamatýns ! Fiquei sabendo de uma novidade que acho que a maioria vai gostar , adivinha qual série de livros teve seus direitos autorais vendidos para se tornar um filme ? (Ah, não vale,ta na cara pelo título) Isso mesmo,os best-selle's da nossa queridíssima Alyson Noel. Mas o que vc's não sabem é que o estúdio que comprou foi o mesmo da saga crepúsculo,a Summit Entertainment.Isso mesmo! Então podemos dizer que a expectativa é grande,já que é um grande estúdio e parece que eles realmente pensam em investir.
Acho que não haveria melhor livro para se virar um filme como esse, a história é ótima e os personagens são bem marcantes (Damen,hot-hot ) . Eu já estou até palpitando quem vai ser quem.
Só espero que não se torne um Lua Nova da vida née? (Ô livrinho que fizeram merda!) .

"O que é escrito sem esforço,é geralmente lido sem prazer" - Samuel Johnson

Andei pensando muito sobre esta frase nesses ultimos dias , e embora o ser humano venha ultilizando a escrita  desde a sua origem,principalmente como modo de expressão,sem dúvida,vimos hoje em dia que cada vez mais isso vem perdendo o significado. Na minha sala de aula, vc não vai encontrar mais de duas pessoas que já leram algum livro esse ano (se achar), e o que isso tem haver com o que eu comecei inicialmente falando? bem, o que tem haver é que vc não consegue mais se expressar se não tiver nem noção do que se está escrevendo e muito menos se não se dedicar,afinal, como é que vc vai transmitir alguma coisa a alguém,se nem vc própria tem noção do que está fazendo ? O que eu quero realmente dizer,é que, como é que vamos ter gosto pela escrita,e sentir prazer em ultiliza-lá se em um país como o nosso, ela é tão desvalorizada ? 
Eu só vejo noticiarem novos projetos de incentivo,mais se eles já sairam do papel, ainda não chegaram a mim. 
Tb vejo pessoas reclamando que a maioria dos jovens de hj  não lêem e não escrevem, mas há menoria ainda existe,e é pra elas que temos que olhar.
Estou falando isso,porque é importante para mim expor minha ópnião sobre esse assunto, que deveria ser colocado mais em pauta sim ! Porque eu pelo menos sei que alguém vai ler,e embora não seja muito,sinto que estou fazendo a minha parte,ao menos,como cidadã.Mas nem tudo depende de mim,e espero que alguém se importou e passe a diante.
Concluíndo,meus caros leitures. Em um país desprovido de cultura literária,há muito a se desenvolver,e no meio de tudo isso,só a uma certeza: Se a linguagem é a roupa do pensamento,praticamente todo nosso país está despido.

sábado, 26 de março de 2011

Haha , terceiro selinho da semana ~

Bom, hj eu ganhei  o terceiro selinho da semana da Amanda do blog A Beaultiful Lie  , O que é uma grande honra, já que eu amo esse blog :

- Believe In Me

Estou me perdendo,tentando competir com todos os outros em vez de apenas ser eu mesma,não sei para onde ir ,estou presa nesta rotina,preciso mudar o meu jeito,em vez de sempre ser fraca.
Eu não quero ter medo,eu quero acordar me sentindo bonita hoje e saber que estou bem ,porque todo mundo é perfeito de formas diferentes,então veja, eu só quero acreditar em mim.


(Demi Lovato)

sexta-feira, 25 de março de 2011

O Vendedor de sonhos - Augusto Kury

Oláa amores de my life ! Muitos de vc's já devem ter ouvido falar de " O vendedor de sonhos" née? Se não, aqui vai uma boa dica pra quem é meio gótico,ou depressivo,ou enfim...Eu . Esse livro é mais ou menos um livro de encentivo,e embora não seja realmente o meu tipo de livro,é bem legal e me ajudou muito em uma fase da minha vida. Augusto Kury mostrou ser uma pessoas bem vivida e de uma grande sabedoria, ultilizando esses dois do seus dons para escrever . Eu já li e tenho os dois primeiros volumes: O Chamado e  A Revolução dos Anônimos. No começo quando eu comeceu a ler e vi do que realmente se tratava pensei em desistir,porém continuei,e hj pensso que valeu totalmente a pena, porque no fim da história vc termina aprendendo uma grande moral  


Sinopse de VS - O Chamado: Um homem maltrapilho e desconhecido tenta impedir que um intelectual se suicide.Um desafio que nem a polícia nem um famoso psiquiatra tinham sido capazes de resolver. Depois de abalá-lo e resgatá-lo, esse homem, de quem ninguém sabe sua origem, seu nome sua história. Proclama aos quatro ventos que a sociedades modernas se converteram num hospício Global. Com uma eloqüência cativante, começa a chamar seguidores para vender sonhos. Ao mesmo tempo em que arrebata as pessoas e as liberta do cárcere da rotina, arruma muitos inimigos. Será ele um sábio ou um louco? Este é um romance que nos fará rir, chorar e pensar muito.


Sinopse de VS -A Revolução dos Anônimos: No novo livro da saga O Vendedor de Sonhos, o Mestre continua virando a sociedade de cabeça para baixo. Depois de sofrer perdas irreparáveis e ver seu mundo desmoronar, esse misterioso homem procura reconstruir sua vida vendendo sonhos. Seus discursos são cortantes como lâminas; suas ideias, arrebatadoras. Seus discí­pulos são baderneiros e revolucionários que transformam drama em comédia e colocam grandes ideias num circo social. O Vendedor de Sonhos e A Revolução dos Anônimos mostra como a trajetória de cada ser humano é admiravelmente complexa, escrita com lágrimas e júbilo, tranquilidade e ansiedade, sanidade e loucura.




Aaaaaaaaaaaaaaah , 30 seconds to mars neste fim de semana no Brasil! 
                               E mais Aaaaaaaaaaaaaah , porque eu não vou! Bua Bua Bua

quinta-feira, 24 de março de 2011

# Mais um selinho

Eu ganhei esse selinho da linda da Paola do blog Palavras Solitárias


       Regras: Falar 10 coisas sobre mim e indicar 10 blog's , mas já que eu já indiquei hj, vou falar as 10 coisas sobre mim:  Sou uma pessoas instável, que ama ler,escrever e dormir.Que é louca por doce e história,e que as vezes chora sem motivo, fala sem razão e sozinha e é totalmente Geek . Aaah , viciada em redes sociais,principalmente em twittar e bloggar!
   
                                      
                                 



 " (...) Mas eu a conheci. E é isso que torna minha vida atual tão estranha. Eu me apaixonei por ela enquanto estávamos juntos, e me apaixonei ainda mais nos anos em que ficamos separados. Nossa história tem três partes: um começo, um meio e um fim. Embora seja assim que todas as histórias se desenrolam, ainda não consigo acreditar que a nossa não durará para sempre”.

PS:Vc's devem ter percebido que venho postando frases desse livro aqui,é porque eu li e me apaixonei,e então resolvi colocar meus trechos preferidos no blog.

Formaturas Infernais

Hey , desde o ano passado eu ganhei esse livro,e como eu estou repostando as resenhas ,chegou a vez deste. Quando eu comprei já sabia que ia amar, primeiro que só por ver o nome das autoras,óbviu. É engraçado como um autor pode conseguir tanto a sua confiança ao ponto de vc acreditar nele de olhos fechados,mais quem tem um preferido sabe do que eu tô falando, como o meu caso com a Meg. Está para ser feito um livro por ela que eu não ame,ou me decepcione.E um dia, se eu publicar algum livro,quero que as pessoas possam falar o mesmo de mim,se bem que duvido que eu chegue a ser metade do que a Meg é, afinal, ela é extremamente única.Em "Formaturas infernal" o seu conto ( A Filha da Exterminadora) não é diferente dos seus demais,e é mt divertido.Nesse livro tb a obras de Kim Harrison e Michele Faffe , que me surpreenderam. Eu não conhecia o trabalho das duas,mais tenho que dizer que são muito boas, mesmo eu ainda achando que " Madison Avery e a Morte" (Kim), foi jogo de marketing,sendo que tem uma continuação em outro livro (só serviu para me deixar mais curiosa! haha).Outra coisa que eu ameei foi a história da Lauren Myracle,que eu já tive a chance de conhecer o trabalho,porém,tb me surpreendeu com a sua história que na minha pespectiva opnião foi a melhor, " O buquê" é um conto comédia/drama , mas que no fim dá para se tirar uma conclusão frutifera.E por ultimo,mas não menos importante Stephanie Meyer.O Conto da Steph se chama "Inferno na Terra" e eu achei meio parecido com " A Hospedeira",mas é legal,mesmo sendo o  mais complicado de se entender,e adorando a Steph,aindo achei meio incoerênte.Mas em resumo, como todos os livros que eu posto,vale a pena ser lido,e assim,poderem ter a liberdade de construirem suas próprias opniões.




Sinopse: Nessa emocionante coleção de contos de terror, as autoras bestseller Meg Cabot (O Diário da Princesa), Stephanie Meyer (Crepúsculo), Kim Harrison, Michele Faffe e Lauren Myracle se reuniram para mostrar que a formatura pode ser um evento muito mais aterrorizante do que se pensa. Problemas no guarda-roupa e um par que dança mal não são nada comparados a descobrir que vocês está dançando com a Morte e que ela não está aqui para elogiar seu vestido. De problemas com vampiros até uma batalha entre anjos e demônios, estas cinco histórias vão divertir mais do que qualquer DJ em um terno brega. Nada de limusine ou vestido de gala: só uma grande dose de assustadora diversão.

Selinho -

Eu ganhei mais um selinho da Jessica (sem acento,aprendii hehe!) do blog Love Will You Up All Night .





As regras são:

*Você gosta do estilo do blog que lhe enviou o selo?

Siim, amoo

*Responda ao questionário -

1~ Qual seu estilo musical? 

Mt eclética,e depende do momento. Atualmente ando mt viciada no novo album da Britney e da Avril,mas ando tb ouvindo Bruno Mars. A vezes estou ouvindo pop e de uma hora pra outra mudo pra rock (muito doido)

2~ Qual sua banda favorita?

Não dáa pra escolher só uma: King of Leon, Paramore, Jonas Brothers (não me mate)Green Day , Nirvana (Kurt tb curto mortos!), Bon Jovi (eu sei,é antigo), 30 second to mars e ouço umas de Evanecence tb, entre outras que se continuar falando vou passar o resto da vida aqui.

3~ Que música marcou sua vida?

Muitas,porém cada em uma fase diferente de mim. Mas até hj eu choro quando ouço Good Riddance de Green Day, Never Say Never de The Fray e até The Clim da Miley cyrus, haha. minhas amigas acham idiotice eu chorar por The Climb.

4~Indique o selo à 9 blogs. 



quarta-feira, 23 de março de 2011

Dica de Blog '

Láa vai mais umas dicas , que hj vai pros blog's Pequenas porções de ilusões , Dear Diary Sucker e Dream hight , foram blogs que achei por ai e acabei amando. O Dear Diary Sucker eu amei porque a Samyle Sousa (dona) é mt talentosa e adorei os textos que ela escreve (e tb porque ela é fãn da Avril, haha), Dream Hight tb por os textos lindos que eu vi e tb porque me indentifiquei com a dona (ela curti Paramore e Supernatural igual a mim) ,e chegamos ao ultimo, Pequenas porções de ilusões que descobri procurando um texto de Shakespeare (amo ) e então me deparo naquele blog e tenho que dizer que a Natália Santos faz um ótimo trabalho!

A Breve Segunda Vida de Bree Tanner

Hii ; ) Sabe aquele livro que tem tudo pra vc gostar mais vc simplesmente não sentio interesse ? Foi esse livro pra mim . eu amo a série crepúscculo,apesar de achar algumas coisas contraditórias e odeiar alguns personagens (como Jacob!) Mas eu li e tenho todos os livros, e quando soube que ia lançar o spin-off esperava que fosse de um personagem de mais destaque, e que mostrasse o que aconteceu depois de amanhecer,como a Renésmee,porem me colocaram essa tal de Bree,e eu odiei. Até quando a própria Steph falou que era para entendermos melhor os recem criados,achei uma baboseira,porém agora estou eu pagando minha lingua,porque ganhei o livro de presente do meu pai e ameei *--*. Isso mesmo que vc leu,eu amei.Como é falado no próprio livro,não é uma história com um final feliz, e nem tão pouco que os fãns já não saibam o fim, mais é uma história que vale a pena saber o meio e entender melhor o que acontece em eclipse,coisas que a Bella não soube,e que nem os Cullen sabiam. Mas sabe o que mais eu gostei desse livro ? Não foi saber mais sobre o Edward e a Bella nem nada disso,porque tb não tem, foi a originalidade da autora e outra parte da Bree que ninguém conhecia. Em eclipse vimos uma vampira medrosa que não quer morrer,mais quando se lê esse livro mostra a coragem que Bree teve para enfrentar tudo isso,e faz o leitores de apaixonarem por ela e sofrerem o fim antecipadamente por já saberem. Então eu super indico gente, leiam. É bom sair um pouca da visão da história da chatinha da Bella.HIHI





 Sinopse: Pela primeira vez Stephenie Meyer oferece aos fãs uma nova perspectiva do universo de “Crepúsculo”. Na voz de Bree Tanner, uma jovem vampira integrante do violento exército de recém-criados que assola a cidade de Seattle no terceiro volume da série, “Eclipse”, somos apresentados ao lado sombrio da saga. Bree vive nas trevas, sedenta por sangue. Não conhece sua verdadeira natureza e não pode confiar nos de sua espécie. Sua breve história acompanha a semana que antecede o confronto definitivo entre os recém-criados e os Cullen – a última semana de sua existência.

terça-feira, 22 de março de 2011

Just The Way You Are ♫



Quando eu vejo o seu rosto,não há nada que eu mudaria,pois você é incrível,exatamente como você é,e quando você sorri,o mundo inteiro para e fica olhando por um tempo,pois, garota, você é incrível,exatamente como você é (...) Eu jamais pediria para você mudar alguma coisa,se a perfeição é o que você busca, então continue assim.


                                                                                                                                             (Bruno Mars)

A Filhinha do Papai - Mary Higgins Clark

Mais uma promessa cumprida aqui, hj estou postando sobre o livro " A Filhinha do Papai " que é da mesma autora  de " As Duas Menininhas de Azul " , e como o mesmo livro é um suspense investigativo intrigante e muito envolvente, na época que eu li se tornou um dos meus livros preferidos,e é tanto que eu li duas vezes direto! haha (louca eu née?) E mais uma coisinha...teve momentos que eu chorei pra caramba!






 Sinopse: A FILHINHA DO PAPAI  é um livro arrebatador, repleto de suspense, vingança e emoção. A heroína da vez é Ellie Cavanaugh, uma jornalista investigativa de Atlanta que tinha apenas sete anos quando Andrea, sua irmã adolescente, foi surrada até a morte. O prová;vel culpado, Rob Westerfield, era o herdeiro da mais abastada família da pequena cidade de Westchester.

#Nowplaying - What The Hell ( Avril Lavigne )

Meu novo vício é a nova musica da Avril, suuuuuuuuuper fodástica!


Que se dane


Você diz que eu estou bagunçando com a sua cabeça
Tudo porque eu estava beijando seu amigo
O amor machuca mesmo quando é certo ou errado
Não posso parar porque eu estou me divertindo muito

Você está de joelhos
Me implorando, "Por favor"
"Fique comigo!"
Mas honestamente
Eu só preciso ser um pouco louca

Toda minha vida eu fui boa, mas agora
Ah, estou pensando "que se dane"
Tudo que eu quero é bagunçar
E eu não me importo
Se você me ama, se você me odeia
Você não pode me salvar, baby, baby
Toda minha vida eu fui boa, mas agora
Ah, que se dane

Que? Que? Que? Que se dane!

E daí se eu sair em um milhão de encontros
Você nunca me liga ou me escuta de qualquer jeito
Eu prefiro ficar com raiva do que sentar e esperar o dia todo
Não me entenda mal, eu só preciso de um tempo para brincar

Você está de joelhos
Me implorando, "Por favor"
"Fique comigo!"
Mas honestamente
Eu só preciso ser um pouco louca

Toda minha vida eu fui boa, mas agora
Ah, estou pensando "que se dane"
Tudo que eu quero é bagunçar
E eu não me importo
Se você me ama, se você me odeia
Você não pode me salvar, baby, baby
Toda minha vida eu fui boa, mas agora
Ah, que se dane

La la la la la la la la
Whoa, whoa
La la la la la la la la
Whoa, whoa

Você diz que eu estou bagunçando a sua cabeça, cara
Eu gosto de bagunçar na sua cama
Sim, eu estou bagunçando a sua cabeça
Quando eu bagunço com você na cama

Toda minha vida eu fui boa, mas agora
Ah, estou pensando "que se dane"
Tudo que eu quero é bagunçar
E eu não me importo
Se você me ama, se você me odeia
Você não pode me salvar, baby, baby
Toda minha vida eu fui boa, mas agora
Ah, que se dane

La la la la la la la la

segunda-feira, 21 de março de 2011

Teia de Falsidade - Glenn Meade

Eu ameeei esse livro de todas as maneiras, primeiro porque vc encontra de tudo e segundo porque é ótimo mesmo! haha. Tem drama,ação,suspense e enfim,não falta nada! Mt viciante,e é o típico daqueles livros  que vc não consegue parar de ler de jeito nenhum (por causa desse livro quase me ferro na aula de inglês! ) Adorei a protagonista, Jennifer, me pareceu uma mulher forte e decidida,e tb o Mark,que é lindoo e apaixonante *--* (sempre tem que ter um gato no livro née? ) . O autor disse que "Escrever esse livro foi como escalar o Everest,mas no fim,valeu a pena" ,e fasso deles minhas palavras como leitora. Ler esse livro foi como escalar o Everest ,mais no fim valeu muuitissimo a pena, e me senti orgulhosa de mim mesmo!



Sinopse: "Paul March está desaparecido há dois anos quando um corpo, que se acredita seja o dele, é descoberto numa geleira na Suíça. Sua filha, Jennifer, parte para aquele país a fim de identificar o corpo, mas se vê enredada numa conspiração mortal cujo objetivo é ocultar um segredo explosivo."

sábado, 19 de março de 2011

Parte de Mim



 " Parte de mim dói ao pensar que ela está tão perto e eu não posso tocá-la, mas nossas histórias seguiram caminhos diferentes.Não foi fácil aceitar essa verdade simples, pois houve um tempo em que nossas histórias eram uma só, mas isso aconteceu seis anos e duas vidas atrás.
Nós dois temos lembranças, é claro, mas aprendi que as memórias podem ter uma presença física, quase viva, e nisso ela e eu também somos diferentes.
Enquanto as lembranças dela são estrelas no céu noturno, as minhas compõem o assombrado espaço vazio entre elas."


(Querido Jhon)

A Menina Que Não Sabia Ler

Pois bem minha gente,lá estou eu novamente folheando o catálogo da avon quando me deparo com esse livro,que poderia ser qualquer livro mais não era. Porque ? Bem,eu não sei. Me deu muita vontade de comprar e então eu comprei * -- * . Na verdade ele me lembrou mt  "A Menina que Roubava Livros ",acho que esse foi o principal motivo,porém descobri que a primeira impressão não é a que fica,porque é totalmente diferente. Só lendo vc realmente entenderia o que restou falando,não vou falar que me descepcionou ou que não gostei,porque estaria mentindo,nunca se arrepende de ler um livro,porque é um conhecimendo a mais adquirido,ou pelo menos é assim que eu penso (filosofando aqui! haha).Eu daria nota 7,se fosse até 10,mais é um livro bastante interessante e muito surpreendente mesmo,(de tanto surpreendente me deu até raiva!).



Sinopse: Neste suspense gótico o autor tenta seguir os passos de seus mestres literários, Edgar Allan Poe  e Henry James. O livro começa bem morno e vai ganhando velocidade gradualmente. Ao atingir o ponto de ebulição, porém, ele compele o leitor a seguir praticamente sem fôlego até a última página.
Embora a trama, que se passa em 1891, seja bem estruturada, criativa e, até certo ponto, inteligente, a história navega por uma temática mórbida, protagonizada por Florence, uma garota de doze anos, que, ao lado de seu irmão caçula Giles, reside em uma mansão sombria e repleta de mistérios.
Órfã de pai e mãe, ela dedica seu tempo e sua afetividade exclusivamente ao meio-irmão e aos livros. Criada por uma antiga governanta, a Senhora Grouse, e por alguns criados da moradia decadente, ela é desprezada pelo tio, a quem nunca conheceu pessoalmente. Ele se encarrega apenas de transmitir algumas regras para os serviçais e de contratar uma das preceptoras de Giles.
Desprovida de quaisquer valores morais, perspectivas para o futuro e instrumentos para o convívio social, Florence se refugia no tesouro literário que habita a Biblioteca, recanto que ela descobre um dia, casualmente. Apaixonada por esse universo desde o início, impedida de sequer aprender a ler – regra máxima prescrita pelo tio -, ela se transforma em autodidata e conquista, sozinha, esse conhecimento, o qual lhe abre as portas do mundo e da imaginação.
A partir deste momento, a garota passa a viver uma vida dupla. Diante do olhar alheio, Florence é uma menina estranha que perambula pela mansão da Nova Inglaterra, mas clandestinamente mergulha cada vez mais fundo neste refúgio secreto, apenas compartilhado com Giles. O problema é que, para defender os únicos tesouros que a vida lhe ofereceu – a esfera literária e o irmão -, ela é capaz de qualquer coisa.

sexta-feira, 18 de março de 2011

Comer, rezar e amar

Me falaram tanto desse livro,porém eu nem li,acabei assistindo o filme.Mais uma decepção,quer dizer,não me entendam mal quem já assistiu e gostou,na verdade,não é o tipo do filme que assisto.Talvez o o livro possa ser melhor,mas o filme é meio decepcionante,e meio entédioso.Mais isso se trata muito de gosto,então acho que cada um deveria tirar suas proprias comclusões,mais a minha é essa.A personagem é, sei lá,esquisita,um pouco mosca morta de mais se preferir,deve ser porque odeio pessoas que só se lamentam e não fazem nada para mudar,e isso me irrita muuito,mais entendo que isso é decisivo para o roteiro.Mas o que me chamou a atenção do filme,e assim como de qualquer brasileiro que o assistir,é que o Brasil é mt citado nele,principalmente a música. De todo o enredo entedioso,da atriz que achei que não foi não muito boa (Não gostei da atuação da Julia Roberts,sorry!) e do fim não muito exclarecido,aprendi duas lições: James Franco é mais hot-hot (gostoso) fazendo papel da homem mais velho e Julia Roberts não é mais a mesma de em       "Uma Linda Mulher" (todo mundo envelhece #melbem!).Mas a idéia retratada é muito boa,e cheguei a conclusão que não é o melhor filme que já assisti, mas sem dúvida é um dos  únicos que me fez parar e refletir sobre a vida, nunca é tarde para recomeçar, nada é pra sempre e a vida não acaba porque o seu casamento acabou... Recomeçar é necessário, e sempre haverá motivos para não desistir de você...


Sinopse: Liz Gilbert (Julia Roberts) tinha tudo o que uma mulher moderna deve sonhar em ter – um marido, uma casa, uma carreira bem-sucedida – ainda sim, como muitas outras pessoas, ela está perdida, confusa e em busca do que ela realmente deseja na vida. Recentemente divorciada e num momento decisivo, Gilbert said a zona de conforto, arriscando tudo para mudar sua vida, embarcando em uma jornada ao redor do mundo que se transforma em uma busca por auto-conhecimento. Em suas viagens, ela descobre o verdadeiro prazer da gastronomia na Itália; o poder da oração na Índia, e, finalmente e inesperadamente, a paz interior e equilíbrio de um verdadeiro amor em Bali. Baseado no best-seller autobiográfico de Elizabeth Gilbert, Comer, Rezar, Amar prova que existe mais de uma maneira de levar a vida e de viajar pelo mundo.

quarta-feira, 16 de março de 2011

É muito estranha ser novata,primeiro porque a muito tempo não enfrentava essa situação,e segundo porque eu não me lembro se já enfrentei uma situação assim,mas como dizem, pra tudo tem sua primeira vez,certo? Eu me senti meio intrusa,como se não pertenssece a aquele lugar,e ainda não o vejo como uma escola.Não é os alunos,não é os professores,é comigo mesmo.Mesmo tendo minhas duas melhores amigas ao meu lado,esse sentimento não muda.Sinto saudades de antes,como pensei que nunca ia sentir. Mas eu esperei tanto por esse momento...Minhas espectativas para meu futuro não era essas,mas na hora de tomar decisões quem disse que espectativas conta ? Na verdade,elas só servem para piorar ainda mais a descepição.
Talvez o tempo mude isso,e eu sei que vai mudar.Mas o medo da aceitação ainda me ronda,e por enquanto,ela parece que gosta da minha compania.

As Duas Menininhas de Azul

Hey, depois de dois dias sem postar já tava na hora née ? O problema foi que minhas aulas começaram ontem,e como minha avó disse, "Seu tempo de vagabundear o dia todo no computador acabou!" haha.Mas então,hj estou apresentando aqui no blog um livro que me dispertou mt o interesse "As Duas Meninas de Azul". É da autora Mary Haggins Clark, a mesma do livro "A Menininha do papai" (que tô devendo a resenha! abafa) então minha espectativa que o livro seja bom todo! Ainda não li,mais está na minha lista de espera para ser incluído esse ano.




Sinopse: "É aniversário das gêmeas Kathy e Kelly, de 3 anos, filhas do casal Frawley. Após a festa, eles saem para jantar e as deixam com a babá, mas, ao voltarem, têm uma terrível surpresa: suas filhas foram raptadas. A empresa em que ele trabalha acaba pagando o resgate, mas apenas uma das gêmeas é libertada, e tudo indica que a outra tenha sido morta. No entanto, uma conexão inexplicável entre as meninas mudará o rumo desta história."

segunda-feira, 14 de março de 2011

Ondine & Salt

Eu e minha tia demos uma de louca e locamos um monte de filmes para assistirmos durante a semana passada, e entre eles estavam esse dois. Pois bem , vou começar falando de Ondine,que a propósito foi um filme que me surpreendeu mt,primeiro porque eu vi e logo de cara não me despertou interesse,e segundo por causa do Colin Farrel,que eu não curto mt a cara. Mas a história é lindaa genteee *--* , e o Colin ficou ótimo no papel de Syracuse , sem falar da garotinha que faz a Annie (filha dele),que é mt talentosa mesmo e foi a personagem que eu mais gostei,adorava quando ela falava : "Cada vez mais curioso" Haha.Mais enfim, a história é mt bonita,e é mais um menos um conto de fadas assuciado a realidade do nosso mundo,e outra coisa que me chamou a atenção é que tb retrata sobre destino,e isso é bem mostrado.Ameei tb uma frase que tem na capa do DVD que é "A Verdade não é o que vc sabe.Mas o que vc acredita" .Eu super indico!



- Você vai vir na missa Domingo ?
- Acho que não vai dá Padre.
-Então é assim,vc usa o confessionário,e não quer nem vir a missa ? (Tb tem umas partes engraçadas,ameei!)

(Haha, #euri )

Sinopse: Ondine é um conto de fadas moderno que narra a história de Syracuse (Colin Farrell), um pescador cuja vida se transforma quando ele encontra uma mulher linda e misteriosa (Alicja Bachleda) em sua rede de pesca. Sua filha Annie (Alison Barry) passa a acreditar que a mulher é uma criatura mágica, enquanto Syracuse apaixona-se desesperadamente por ela. No entanto, como todos os contos
de
fadas, a magia e a escuridão caminham lado a lado.Escrito e dirigido pelo premiado Neil Jordan (Valente) e fotografado pelo aclamado Christopher Doyle (Paris, Te Amo) nas belas costas irlandesas, Ondine é uma história de amor e esperança.





Agora vamos para Salt,que eu já comentei aqui que queria mt assistir e finalmente consegui.Eu amo a Angelina,porque só de mencionar o seu nome sabemos que o filme será fodáastico,e Salt não é diferente.O engraçado que eu pensei que tinha mais pancadaria,e na verdade é um drama que tem todo um roteiro ,e eu gostei mt,porque eu odeio filmes de ação que não tem nenhuma história envolvida,e só tem matando gente e atirando,que graça tem ? Mas voltando ao filme, me deu até vontade de chorar,sério.Mas não deixa de ter cenas maravilhosas de luta e tal,é uma boa mistura de tudo.Traduzindo,é um filme que vc pode assistir com seu namorado porque vai agradar tanto ele, como vc.A melhor parte na minha opnião é que a personagem revela uma nova personalidade em cada cena,e no fim,o que no começo vc pensava que era uma mulher fria,só era alguém que não teve oportunidade de ser amada,e que foi tratada como uma arma em praticamente toda a sua vida,e quando descobre a felicidade,vê tudo que vc mais ama morrer,e saber que vc que ajudou para que isso acontessece.
O curioso tb é que foi o primeiro filme da Angelina depois do nascimento do gêmios,e ela substituio o Tom Cruise,que já estava escalado,porém por causa da agenda,não pode.Mas ela ficou maravilhosa e arrasou,talvez o Tom não tivesse o mesmo desempenho,tanto por ser um homem,e tb por não ser a Angelina hihi . 
Eu fiquei pensando,e acho que daria uma boa continuação,espero que os produtores pensem o mesmo.

Sinopse: Antes de se tornar agente da CIA, Evelyn Salt (Jolie) prestou juramento de servir e honrar o seu país. Ela colocará o seu juramento em prática, quando um desertor russo a acusa de ser uma espiã russa. Salt foge, usando todas as sua habilidades e anos de experiência como agente infiltrada para conseguir escapar dos seus inimigos, proteger o seu marido e fugir dos seus colegas da CIA.


PS: Ameei a capa desse DVD!

sábado, 12 de março de 2011

Irmandade da Adaga Negra - Amante Sombrio

Hey;* Eu falei e fiz ! Hj terminei o primeiro volume da série Irmandade da adaga negra , e ameei. Tenho que agradeçer a Débora (uma das primeiras visitante do blog, obrigada linda!) , que me mandou  o restante dos livros e me instimulou a ler. É sobre vampiros,mais não é nada clichê,achei mt original.A brutalidade que é mostrada não é idiota,na verdade,é tratada como uma característica da raça exposta. Até que enfim achei um livro que vampiros se parecem com vampiros,asssustadores e tal. Porque mesmo vc sabendo que não é real,é bom ter um toque mais convencedor, torna a história mais interessante, e tb,vc tem que acreditar na história,pelo menos no momento que vc está lendo,se não,não há como continuar,comigo é assim. O livro tb,como eu já tinha ouvido falar,e comentado aqui,é mais adulto do que a maioria das série de ficçãoo,então não se surpreedam se leram cenas de sexo (bem detalhadas) .





Sinopse: Nas ruas do Cadwell em Nova Iorque se mantém uma sangrenta luta entre duas bandas, duas raças: A Irmandade e seus caçadores e assassinos. A Irmandade é compsta por seis vampiros e guerreiros que arriscam sua vida pelo amparo e sobrevivência de sua raça, perseguida e dizimada o que a colocou em uma perigosa situação, a população de vampiros há diminuído alarmantemente. Warth, Rhage, Zsadist, Phury, Vishous e Tohrment se submeteram a duros treinamentos para poder lutar e proteger a sua espécie. São vampiros, são guerreiros e cada um deles carrega uma maldição própria que os mantém isolados, sós... tão só um deles Tohr tem companheira, o resto vivem só sem nenhuma companhia, só têm à Irmandade que os une em sua luta pela sobrevivência de sua raça contra os assassinos de seu povo. Os Irmãos, embora não de sangue, sim de vínculo, são selecionados por suas habilidades tanto físicas e mentais como por suas habilidades curadoras. Agressivos, auto-suficientes não se relacionam com outros membros a não ser que precisem alimentar-se. A sociedade de assassinos e caçadores de vampiros são humanos que venderam sua alma, o que os despoja de vínculos, de idade e com o tempo sua pele, cabelo e olhos empalidece visivelmente o que lhes outorga uns traços e aroma característicos da dita sociedade. Rhage é o melhor guerreiro do grupo além disso o mais atraente, mas tem um lado escuro e violento, Zsadist foi torturado e escravizado, uma cicatriz lhe cruza o rosto, usa o cabelo praticamente raspado e vários piercings em seu corpo, e o resto da Irmandade teme que esteja próximo à perda de sua alma, Phury é seu gêmeo, usa uma prótese em uma perna, cabelo multicolorido, e por decisão própria se mantém celibatário, Vishous é o especialista em tecnologia e lusa cavanhaque, uma boina vermelha e uma luva que oculta sua mão esquerda... e por último está Tohrment.

Warth é o rei dos vampiros, é o único de toda a irmandade que é um vampiro "puro", nascido de pai e mãe vampiros. É praticamente cego o que lhe faz ocultar permanentemente seus olhos com uns óculos escuros. Como todos, veste-se de couro e é imponente, enorme, uma massa de músculos e tendões duramente treinados para a luta. É o líder da Irmandade além disso o rei dos vampiros.

Pouco antes de sua morte Darius, o sétimo vampiro da Irmandade pede ao Warth que cuide de sua filha Beth, meio humana meio vampira que está a ponto de passar pela transição, converter-se em vampira, mas é um processo perigoso pode significar sua morte ou a conversão o que implica uma mudança de vida, estilo e raça, abandonar sua vida humana e passar a viver entre as sombras da noite. Warth se nega, mas depois da morte de seu "irmão" e amigo procura Beth para instrui-la e lhe advertir....

Beth desconhece suas orígens e procedência. Criou-se em orfanatos depois da morte de sua mãe após lhe dar a luz, nunca conheceu seu pai. É na atualidade uma jornalista que vive como uma mais entre a multidão de Caldwell, em Nova Iorque. Mas depois da irrupção de Warth em sua vida esta, sofre um salto de 180 graus. A entrada em uma vida na escuridão, a conversão em vampira e … uma intensa e sensual relação com o líder da Irmandade, a pesar da inicial reticência por parte de ambos. Beth teme a esse enorme desconhecido, Warth não quer vínculos nem laços de nenhum tipo, tão só a ajudará a passar pela transição diz, pois seu sangue é poderoso, antigo e o mais forte... Mas os planos são feitos para quebrar-se e o perigo lhes une em uma ardente e sensual relação que os vincula irremediavelmente.






sexta-feira, 11 de março de 2011

#Nowplaying - Cry Me A River (Justin Timberlake)

Essa musica é super d+ , assim como todas as musicas do Justin T. Ele arrasa, e a letra é mt perfaa . Dizem que foi feita para a Britney no fim do relacionamento,mas enfim,não importa,ainda é linda.Mas não vou negar que ainda acho que eles dois formariam um lindo casal ! *--*


Chore Um Rio



Você era o meu sol
Você era a minha terra
Mas você não sabia as maneiras como eu te amava, não
Então você aproveitou a chance
E fez outros planos
Mas eu aposto que você não pensava que iria tudo por água abaixo, não


Você não precisa dizer, o que você fez
Eu já sei, eu descobri através dele
Agora não há mais chances pra você e eu,
Nunca mais vai haver
E não fique triste por isso


Você me disse que me amava
Por quê você me deixou, sozinho?
Agora você me diz que precisa de mim
Quando me liga, ao telefone
Garota eu recuso, você deva ter me confundido
Com outro cara
Suas pontes foram queimadas
e agora é a sua vez de chorar


chore me um rio
chore me um rio garota
chore me um rio
chore me um rio, garota, yeah yeah


Eu sei o que eles dizem
Que algumas coisas ficam melhores quando não são ditas
Não foi como você disse, que só falou com ele, e você sabe disso
(Não aja como se você não soubesse)
Todas essas coisas que as pessoas me contaram
Ficam bagunçando com a minha cabeça
(Bagunçando com a minha cabeça)
Você deveria ter sido honesta
Talvez você não estaria tão nervosa
(Yeah)


Você não precisa dizer o que você fez
(Não precisa dizer o que fez)
Eu já sei, eu descobri através dele
(Eu já sei uh)
Agora não há mais chances pra você e eu
Nunca mais vai haver
(Sem chances, você e eu)
E não fique triste por isso


Você disse que me amava
Por quê você me deixou sozinho?
(Sozinho)
Agora você me diz que precisa de mim
Quando me telefona
(Quando me telefona)
Garota eu recuso, você deve ter me confundido
Com outro cara
(Eu não sou como eles garota)
Suas pontes foram queimadas, e agora é a sua vez
(É a sua vez)
De chorar


Cry me a river
(Vá e sozinha)
chore me um rio, garota
(Vá e sozinha)
chore me um rio
(Garota vá e sozinha)
chore me um rio, yeah , yeah
Oh


Oh
O estrago foi feito
Então eu acho que estou indo embora
Oh
(Oh)
O estrago foi feito
Então eu acho que estou indo embora
Oh
(Oh)
O estrago foi feito
Então eu acho que estou indo embora
Oh
(Oh)
O estrago foi feito
Então eu acho que estou indo embora


Você não precisa dizer o que você fez
(Não precisa dizer o que fez)
Eu já sei, eu descobri através dele
(Eu já sei uh)
Agora não há mais chances pra você e eu, nunca mais vai haver
(Sem chances, você e eu)


E não fique triste por isso
chore me um rio
(Vá e sozinha)
chore me um rio
(Baby vá e sozinha)
chore me um rio
(Você pode ir e sozinha)
chore me um rio, yeah yeah
chore me um rio
(Baby vá e sozinha)
chore me um rio
(Vá e sozinha)
chore me um rio
(Porque eu já chorei)
chore me um rio, yeah yeah
(Eu não vou mais chorar, yeah yeah)
chore me um rio
chore me um rio, oh
Chore me um rio, oh
(chore, chore)
Chore me um rio, oh
(chore, chore)
Chore me um rio, oh
(chore, chore)
Chore me um rio, oh
(chore, chore)
Chore me um rio, oh
(chore, chore)
Chore me um rio, oh
(chore, chore)
Chore me um rio, oh
(chore, chore)

quinta-feira, 10 de março de 2011

O Simbolo Perdido - Dan Brown

Eu ouvi falar desse livro no blog A Beutiful Lie e acheei muuitíssimo interessante,só que estava lendo outros livros e acabei esquecendo e tal.Então estava eu olhando a revista da avon,minha salvadora na compra de livros (Nessa cidade capenga não tem onde comprar!) e acabei encontrando ele e claro que eu comprei e acabei de ler ontem! Foi diferente de tudo que eu já li,deve ser porque eu nunca tinha lido um livro de Dan Brown,nas verdade já tinha assistido os filmes,como o código da Vinci e Anjos e Demônios.
Não tem romance e nem um mocinho gostoso que vc se apaixona e quer terrivelmente ser transformada na sua criatura,porém,é uma trama muito bem elaborada,e que se encaxam de uma forma perfeita.Tirando o fato que a históra tem umas mitologias que deixam até vc em duvida sobre a existencia,e se torna muito convincente.Eu li em um site que o autor estudou cinco anos para fazer esse livro,ou seja,tem que ser mt inteligente para fazer um livro desse,coisa que eu sei que ainda não sou capaz! haha,mas quem sabe um dia ? 





Sinopse: Chamado por seu amigo Peter Solomon para dar uma palestra em Washington, Robert Langdon viaja até a capital americana, mas ao entrar no palco para iniciar a palestra descobre que tudo aquilo foi uma forma de atrair-lo até ali para iniciar uma busca por um antigo portal místico que tornaria possível a Apoteose. Robert se vê então forçado a colaborar com Mal`akh, vilão que esquematiza todos os passos de Langdon para que este decifre e revele o segredo da Pirâmide Maçônica, para que assim Mal`akh tenha acesso ao poder prerrogado pela lenda dos Antigos Mistérios. No desenrolar da trama Robert recebe ajuda de Katherine Solomon, irmã de Peter que está sendo mantido refém pelo vilão da historia. Katherine é uma pesquisadora de um novo ramo da ciência, a Noética. Juntos vão decifrando os segredos escondidos na Pirâmide e se aproximando cada vez mais do grande Símbolo Perdido, palavra que quando entendida daria ao homem um poder sobre-humano.

♫ Before The Storm ♪


Sei que isso não era o que eu queria,nunca pensei que isso chegariaa esse ponto,apenas lembrando de onde começamos,e como perdemos tudo o que somos.Nós éramos jovens e os tempos eram fáceis,mas eu podia ver que não é o mesmo,eu estou aqui mas você não me vê,eu daria tudo para mudar isso,mas eu não quero perdê-la,não quero deixá-la ir.Estou embaixo da chuva,preciso saber se acabou,porque eu vou deixá-lo em paz.Estou me afogando com toda essa dor,sabendo que nunca irei abraçá-la novamente,como eu fiz antes da tempestade.Com cada ralâmpago,vem uma memória que fica.Não foi uma palavra que não foi dita,enquanto começa o estrondo do trovão,talvez eu deva desistir (...) E as nuvens de rasgarem meu coração partido,Eles sempre dizem que um coração não é um lar,Sem aquele que te abriga da tempestade.



 (Before The Storm - Miley Cyrus & Nick Jonas) Niley




- - *

Ontem eu fiquei sem postar pq eu tava com muuita preguiça mesmo , ashaush. tb estou atualizando o meu face , porque tipo,tava uma zona,ou se preferir,um deserto! Haha. Mas enfim,vou pensar no que postar aquii peoples... Xoxo ;*

terça-feira, 8 de março de 2011

A Menina Que Roubava Livros - Markus Suzak

Hey, hj eu vou falar de um dos livros que mais me emocionaram e que igualmente uma das minhas postagens antigas,revela o meu amor por história.A menina que roubava livros ,para mim é mais que um livro,porque ele fez parte de uma época da minha vida.Na verdade,muitos dos livros que eu li revela o que me tornei. Algumas pessoas escrevem em diários,colecionam objetos ou  fazem tatuagens para marcar uma época ou um momento importante nas suas vidas,eu leio livros,fácil.
Talvez alguém possa  não entender isso,como até umas professoras ignorantes que eu tive e diziam que eu ia enlouquecer e blablablá,mas a muito tempo parei de me importar com o que as pessoas falavam ou pensavam ao meu respeito.
Esse livro retrata a época do nazismo na Alemanhã,e vc sente na pele o que muitas pessoas passaram.Lisel se tornou uma heroina para mim,ela teve coragem,determinação e fez tudo isso com amor e meio que uma  inocência.Outra coisa que me chamou a atenção foi a narrativa diferente,provavelmente um dos únicos livros que é narrado pela morte,e eu quase morri de tanto chorar no final! haha.Foi apartir desse livro que eu me apaixonei perdidamente por a leitura,e me mostrou uma coisa que eu mesmo não sabia sobre mim,a vontade de escrever.Muitos livros fazem vc se apaixonar e viver a história como a própria personagem,como crepúsculo,cidade dos óssos,hush hush,academia de vampiros e etc. Mas poucos destes te ensinam alguma coisa que vc vai levar para o resto da sua vida, alguma coisa realmente mt importante.




Sinopse: Entre 1939 e 1943, Liesel Meminger encontrou a morte três vezes. E saiu suficientemente viva das três ocasiões para que a própria, de tão impressionada, decidisse nos contar sua história, em 'A menina que roubava livros'. Desde o início da vida de Liesel na rua Himmel, numa área pobre de Molching, cidade próxima a Munique, ela precisou achar formas de se convencer do sentido de sua existência. Horas depois de ver seu irmão morrer no colo da mãe, a menina foi largada para sempre aos cuidados de Hans e Rosa Hubermann, um pintor desempregado e uma dona-de-casa rabugenta. Ao entrar na nova casa, trazia escondido na mala um livro, 'O manual do coveiro'. Num momento de distração, o rapaz que enterrara seu irmão o deixara cair na neve. Foi o primeiro dos vários livros que Liesel roubaria ao longo dos quatro anos seguintes. E foram esses livros que nortearam a vida de Liesel naquele tempo, quando a Alemanha era transformada diariamente pela guerra, dando trabalho dobrado à Morte. O gosto de roubá-los deu à menina uma alcunha e uma ocupação; a sede de conhecimento deu-lhe um propósito. E as palavras que Liesel encontrou em suas páginas e destacou delas seriam mais tarde aplicadas ao contexto da sua própria vida, sempre com a assistência de Hans, acordeonista amador e amável, e Max Vanderburg, o judeu do porão, o amigo quase invisível de quem ela prometera jamais falar. Há outros personagens fundamentais na história de Liesel, como Rudy Steiner, seu melhor amigo e o namorado que ela nunca teve, ou a mulher do prefeito, sua melhor amiga que ela demorou a perceber como tal.

No final, não faz diferença.

 Eu vi esse texto no blog  Adolescente: Um ser pensante ,e tipo que ameeei,totalmente diferente de tudo que eu já vi,e a autora taah totalmente de parabéns!

Fim de festa. Roupas amarrotadas, penteados desfeitos, suor, cansaço.
Elas desceram do salto e eles desabotoaram a camisa. Todos, menos você.
Ficou no canto, observando. Esquadrinhando tudo que eu fazia.
Me assistiu dançar a noite toda, no começo sozinha, mas depois com a agradavel companhia do teu melhor amigo.
Observou cada detalhe, com a mínima precisão, mas não se moveu do canto onde se apoiava.
Apesar de ter visto minha mão esquerda desfilando sem aliança, não fez esforço pra entender. Apenas ficou ali, estático, me olhando como se filmasse um crime, do qual depois me acusaria. E esperou.
Esperou até que a festa acabasse, até que todos os carros tivessem ido embora.
Esperou até que ficassemos só nós dois.
Então virou as costas e foi andando. Sem vacilar, sem olhar para trás. Quando chamei seu nome, percebi seu braço descendo junto ao corpo e deixando cair na beira da rua alguma coisa. E essa coisa refletiu a pouca iluminação do asfalto. Cheguei mais perto e reconheci meu nome gravado dentro.
Ali, no meio da madrugada, me deixou sozinha. Sozinha com as nossas alianças, com meu remorso naturalmente passageiro e com minha traição.
Sozinha, como no começo da festa. Pra falar a verdade, não fez diferença.
Antes que o sol raiasse, já estava acompanhada novamente.

                           

                                                                                                                                 Leticia Castro

segunda-feira, 7 de março de 2011

 " - Tudo parece melhor,mais claro.É como se o ontem tivesse sido uma década atrás,espero que as recordações não me atormentem,e que meus medos não me abatam ao ponto que eu queira reviver o passado,se é que o passado possa ser revivido,porém carrego a certeza que isso ainda não acabou,e vai haver uma hora que vou ter que enfrentar isso,não importa quanto eu corra."

Layla S.

Os Vampiros que se Mordam

Então,eu fiquei sabendo desse filme através dos portal twilight,e tipo,as meninas tavam super comentando,e quando cheguei na locadora tinha chegado aqui tb.E eu resolvi assistir,mas neem gostei mt,sei láa...Me desculpe quem gostou,mas não tinha muita graça naquilo não.Pensei que seria uma coisa totalmente diferente,mas me decepcionei.Piadas sem graça e internas,quem não leu o livro ou asistiu o filme milhares de vezes não entenderia mt coisa (como minha tia) ,achei que crepúsculo merecia uma paródia melhor,e enfim,as Twi-hards tb.Enquanto assistia o filme tb fiquei imaginando o que os atores do filme original pensaria se assistise e provavelmente o Taylor ficaria com ciumes do tanquinho do cachorro do filme, e tb da habilidade de coçar a orelha com o pé.E parabéns para a atriz que fez a Becca,pensei que fosse impossivel achar uma personagem mais idiota do que a Bela versão de KStew,mas esse atriz conseguiu!  tenho que dizer tb que o gato que fez o Jacob era super hot-hot,quem assistiu sabe o que eu tô falando née? hsashausha.Mais uma dica para as "Team Edward até que o Jacob tire a camisa",porque vc sabe,antes todo mundo era team edward,só foi o bichinho do Taylor criar corpo (porque era feio que doi ) que as fãns se dividiram.Então vamos parar de Blablablá e vamos logo para a sinopse:


 

'Os Vampiros que se Mordam' é uma sátira aos filmes que abordam a angústia e a vida amorosa dos adolescentes no mundo contemporâneo. Becca, adolescente ansiosa que não é vampira, está indecisa entre dois garotos. Antes que consiga escolher, ela precisa dar um jeito no pai controlador, que a faz passar vergonha tratando-a como criança. Enquanto isso, os amigos de Becca' se veem às voltas com seus dilemas amorosos -, e tudo vem à tona na festa de formatura da escola.

Ps: Minha parte idiota preferida do filme é a dos lobos dançantes! aushaus

domingo, 6 de março de 2011

O tempo não para , não volta...Ele só continua



Hoje eu acordei com o sentimento que tudo ia ser melhor,na verdade,todo dia eu acordo com isso.Muitos dizem que eu sou abençoada por ter o que eu tenho,mas então, porque eu não me sinto abençoada coisa nenhuma ? Mesmo que tudo esteja dando certo,não consigo ficar totalmente feliz,é como se nada mudasse,e todo dia quando eu acordo,tenho a certeza que estou esperando que alguma coisa aconteça e mude todo.Uma amiga minha disse que talves eu não seja realmente a pessoa que demostro ser,talvez isso esteja me matando por dentro,mas como eu vou ser quem realmente sou se eu não sei ? Preciso de ajuda de alguém mas todo mundo diz que é besteira,e de tanto ouvir,eu acabo acreditando.
As vezes penso que criei uma casca para me proteger e fazer as pessoas gostarem de mim.Vejo isso como uma verdade,mesmo que isso me machuque.Nunca fui boa em nada,nunca me destaquei como a mais bonita,nem a mais inteligente e muito menos a mais querida,e chega uma hora que vc quer que as pessoas olhem para vc,vc quer ter uma amiga,ou alguém que acredite em vc e te ouça,quando vc não consegue isso sendo quem realmente é,chega a hora de mudar.Eu acreditava que era essa pessoas até hj,mas então olho para trás e sinto saudade do tempo que eu era diferente,ou que eu era eu mesmo.Talvez não vale a pena cotinuar,mas agora é tarde de mais,não a como voltar no tempo.O tempo não para,não volta...Ele só continua,e cabe a nós aceitar.Fico imaginando o que teria acontecido 'se' algumas coisas tivessem mudado na minha vida,mas tendo esquecer esses 'se',e digo para mim mesmo "Chega de tortura,agora é olhar para o futuro e seguir em frente."



Layla S.