sábado, 18 de fevereiro de 2012

E sempre vou te amar. Eternamente.

 
 Oi, mamãe, como vai você? Cansada, provavelmente, não é? As coisas têm estado bem difíceis ultimamente, eu sei. Mas é assim mesmo. À medida que a gente cresce, os problemas vão aumentando e parece que a gente pode explodir a qualquer momento. E tem sido um pouco assim pra mim também. Eu sei que os meus problemas são pequenos demais comparados aos seus, mas, de vez em quando, eles parecem ser maiores do que o de qualquer pessoa. É quando, geralmente, eu tenho que colocar tudo para fora, e acabo descontando em você, que está sempre ao meu lado. Meus professores costumam dizer que os adultos e adolescentes falam línguas completamente diferentes, e por isso entram em tantos desacordos. Isso faz sentido. Mas eu queria lhe pedir desculpas por ser assim, tão confusa, tão bipolar, tão rebelde, tão carente, tão desobediente. Me desculpa por não ser quem você esperava que eu fosse. Sabe, você não faz ideia do quão especial você é. Você não faz ideia de como a minha vida seria vazia sem você. Eu sei que você acha que isso não é verdade, mas é, sempre foi, sempre será. Eu terei que viver eternamente para lhe agradecer por tudo o que fez por mim, mamãe. Obrigada por ter me acolhido em sua cama naquelas noites em que tudo me assombrava. Obrigada por ter cuidado de mim quando eu estava doente, ou até mesmo quando eu estava bem. Obrigada por ter limpado as minhas lágrimas e dito que tudo ia ficar bem. Obrigada por estar sempre aqui por mim, por não deixar de acreditar em mim, por me fazer sorrir quando eu estou querendo chorar. Eu preciso de você, o tempo todo, porque você é a pessoa mais importante para mim. Você é linda, você é carinhosa, atenciosa, doce, guerreira. Você sempre foi a minha médica, a minha psicóloga, a minha melhor amiga. Você sempre foi única. Sempre foi insubustituível. Sempre foi a pessoa com quem eu partilho os meus maiores segredos. Bom seria se Deus te fizesse eterna. Bom seria se fôssemos inseparáveis, porque eu não quero te perder, nunca. Obrigada, mamãe, - por ser minha amiga, me ajudar quando preciso, brigar comigo quando saio dos limites, estar sempre aqui - por tudo! Eu te amo, eu sempre te amei. E sempre vou te amar. Eternamente.

3 comentários:

Harley Quinn ❥ disse...

Que lindo *-------------------*

Layla Saluanne disse...

Owwn,brigada Jéh !

Nathi disse...

Muito lindo mesmo. Me comoveu, de verdade. :D