quinta-feira, 6 de outubro de 2011

Diário da Princesa: A Princesa no Limite

Michael: "Lembra daquele projeto em que eu estava trabalhando no verão? O braço robotizado?.  
Mia: "Aquele que ajuda os médicos a fazer cirurgia não-invasiva com o coração batendo?", eu disse, em volta do macarrão.  
Michael: "Tenho uma notícia muito boa: ele funciona de verdade. Pelo menos, o protótipo funciona. E o meu professor ficou tão impressionado que contou para um colega de uma empresa no Japão sobre o projeto -uma empresa que está tentando aperfeiçoar sistemas de cirurgia robotizada que podem funcionar sem a assistência de cirurgiões-, e o colega dele quer que eu vá para o Japão para ver se a gente consegue construir um modelo que funcione de verdade para ser usado na sala de cirurgia."

 Pois bem,é exatamente isso que acontece,Michael vai para o Japão,porém Mia não consegue lidar muito bem com esse assunto,afinal é um ano. Pela primeira vez ela consegue perceber que ter um namorado tão inteligente talvez não seja tão vantajoso.Em A Princesa ao Limite, Mia tem que tentar ser compreensivel e aceitar a decisão de Michael,mas é claro que isso não é tão fácil quanto parece,como ela vai suportar um ano sem cheirar o pescoço do seu namorado? Isso é uma pergunta que ela não consegue responder. Acho que isso é fundamental para o amadurecimento de todos os personagens, a compreensão é algo essencial,e Michael nunca aceitaria apenas o companheiro da princesa da Genóvia,então é muito legal o fato dele querer ser mais que isso e mostrar para todos,principalmente para a avó bruxa da Mia que ela é capaz de muito mais,e eu definitivamente acredito no Michael.Mia fica tão desesperada que pensa até em Fazer-Aquilo,mas é claro que Michael não é tão otário e percebe que isso tem uma pretensão. 
Fiquei surpresa com a atitude de Gradmére,sério.E o JP,hum ? Eu sabia que aquela cara de sonso não me enganava,acho que ele é um grande safado cara de pau e  que merecia levar umas boas porradas,achei que ele era até gay em um certo momentos da história,mas vi que ele é muito é cara de pau,espero que o Michael quebre a cara dele,ou melhor,a Lilly. 
Agora que já estamos nos últimos livros dessa série,é meu melhor momento,o nono livro é brilhante,e o ultimo nem se fala,então é só esperar pelas próximas resenhas.


Sinopse: Desta vez, tudo parece estar bem para Mia: conseguiu passar de ano e se livrou da responsabilidade de ter a presidente do conselho estudantil. Mas rapidamente ela percebe que o ano está longe de ser cor-de-rosa... A professora de Inglês a inscreveu na matéria de Introdução à Escrita Criativa, e todo mundo sabe que a Princesa da Genóvia quer mesmo é ser uma grande
! Mas nada disso se compara às novidades que Michael tem para contar. Tudo bem que Mia torce pelo sucesso do namorado, mas ele precisava inventar um protótipo de braço robotizado para cirurgias cardíacas, tão perfeito que vai ser construído por uma empresa no Japão? O pior de tudo é que com isso ele ficará longe não por uma semana, nem mesmo por um mês - Michael vai morar no Japão por um ano inteiro, ou mais! Mia precisa convencê-lo a ficar. E para isso está disposta a usar qualquer argumento? Até Fazer Aquilo? Esperar ou não esperar? O futuro do seu namoro está em jogo e muitas lágrimas vão rolar.


1 comentários:

Barbara Bahlis disse...

Ótima sua resenha! eu estou lendo todos os livros online, mas esse eu não achei. Essa serie é muito boa!