domingo, 18 de setembro de 2011

A Garota da Capa Vermelha - Livro&Filme

Ok, eu estava desesperada por esse filme,então acabei assistindo metade dele na casa de uma amiga. Depois disso foi desespero total,porque eu queria mt assistir,porém minha amiga não estava achando a sua cópia do DVD para me emprestar,e a locadora estava fechada,então a cristã aqui, passou a madrugada toda baixando o filme,e foi dormir praticamente as 4 da madrugada - Ou melhor - da manhã .É,pensa que vida de quem tem Internet ruim é fácil ?O fato que tb colaborou para isso é que eu tb estava desesperada pela tradução do livro,mais só acabei encontrando o primeiro capítulo (Poor favor,se acharem me mandem Ok?) Mas o que eu li nesse primeiro capítulo chamou muito a minha atenção,é uma narrativa leve,que  ao mesmo tempo trás um toque Dark,e mostra uma forma muito peculiar que a Valerie enxerga as coisas. Podemos ter uma visão mais clara dessa personagem,e isso concerteza me fez entender muito mais o filme.
Mais valeu a pena tanto esforço,cada segundo,cada minuto, valeu. O filme é definitivamente viciante,complexo,e deixa aquele gostinho de quero mais, que faz você ficar sonhando. Agora falando dos personagens (AAAAh, Perter, caasaaa cmg,casa cmg,casa cmg !!!!!!!!! Coisa perfeita do universo! aaaah.Tah parei.) cada um me impressionou de um modo, e em toda hora eu tinha um palpite diferente,que cheguei a achar que era até a pobre da Valerie. O Peter é o Peter,né? Totalmente sem palavras, amor agudo por esse personagem,já o Henry eu achei meio bobão, ou então é minha paixão totalmente cega por o Peter que me faz ter essa visão (Cego enxerga?). O Pai da Valerie,quem diria em? Passou o filme todo,quando não era bebado,era se lamentando,ou se não com aquela cara do pai da Bella Swan (Haha, é o pai da Bella Swan! asausah #Brinks) ,ou seja,totalmente mosca morta,nem chamar atenção.A vovó é a vovó, e a mãe nessa história é uma tremenda vádia,por isso que eu nem vou contra o corno,coitado. E agora vamos falar finalmente falar da Valerie, admirei sua coragem e atitude em todo o filme, umas das primeiras personagens que não me decepcionaram. O que eu vi nela é um olhar avançado para o mundo que ela vivia,o que o Peter também tem, por isso que eles se davam tão bem, e o fato que ela ama ele tanto quando eu conta muitos pontos,eles formam um belo casal. No capítulo que eu li do livro, que foi disponibilizado pela editora, eu vi uma ligação muito especial entre tanto a Valerie e o Peter,quanto entre ela e a Luce (Sua irmã),acho que no filme faltou mostrar mais esse lado,embora é claro que não dê para colocar tudo de um livro de 200 e tantas páginas em um filme de 1:30 h,então é compreencivel. A Catherine Hardwicke é um génio, o filme é mt bom mesmo,e na minha opinião, o primeiro filme de crepúsculo, que foi dirigido por ela,foi o melhor até hoje,mesmo tendo tido pouco orçamento e tal,ela sabe utilizar o que tem. A moda agora é adaptar roteiros para livros,acho que acabaram invertendo as posições,e eu até que gostei, se todos levarem como exemplo este,será uma coisa de grande utilidade.

A capa é tão perfeita quanto o filme,mas enfim...É a Amanda né? Linda de todo jeito!

 Sinopse: Idade Média. Valerie (Amanda Seyfried) é uma jovem que vive em um vilarejo aterrorizado por um lobisomem. Ela é apaixonada por Peter (Shiloh Fernandes), mas seus pais querem que se case com Henry (Max Irons), um homem rico. Diante da situação, Valerie e Peter planejam fugir. Só que os planos do casal vão por água abaixo quando a irmã mais velha de Valerie é assassinada pelo lobisomem que ronda a região.


2 comentários:

Jessie ❥ disse...

Eu ameeeeeeeeeeeeeei o filme, na verdade eu to amando todos esses remakes que andam fazendo dos contos de fadas. *-*
O livro ainda não li, infelizmente.

Layla Saluanne disse...

Aaaah, eu tb ameei *--*
mt mt mt d+ meesmo!
Valerie divaa, Peter Lindoo ! -'