quarta-feira, 31 de agosto de 2011

E eu vou me lembrar ,


 Dos momentos bons sempre que eu puder, pra aliviar a tensão dos meus dias. Vou girar no meu quarto de madrugada ouvindo uma música lenta e baixinha pra ninguém acordar. É na minha solidão que eu posso ser o que eu quiser, posso até brincar de boneca, sem que ninguém me censure, ou ria da forma como eu danço me deixando sem graça. Posso fazer caretas ridículas no espelho e uma maquiagem espalhafatosa só pra ficar dançando a macarena enquanto foco nos meus olhos chamativos e me divirto comigo mesma. Pode parecer bobagem, mais nesses momentos eu me sinto mais viva do que em qualquer outro, posso tirar a máscara de menina equilibrada e firme e por alguns instantes chorar e me livrar de todo o peso, posso dar gargalhadas, posso ler meus cadernos e diários antigos e rir de mim mesma pensando: "como eu era retardada!" É... é estranho, mais eu gosto de ser assim, gosto de ser criança, mesmo que falem, serei sempre dessa forma.


( Não conte nada a ninguêm)


1 comentários:

@iamaburguesinha disse...

Ais esse texto é tão eu *-*