quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

Hush Hush - Silencio (Becca Fitzpatrick)


Eu queria mt, mas ainda não comprei Silêncio!(A propósito uma lindaa surpresa de natal para mim,estou aberta a doações *--*). Mas olha o lado bom, consegui baixar. Acabei de ler e eu tenho uma grande dúvida em questão,esse não é o ultimo livro da série? Ou pelo menos a Becca - autora - disse que era. Na verdade,ela disse que já era pra ter terminado em Crescendo,mas ficou um livro mt grande e ela dividiu em dois. Quando eu li Silêncio,eu fiquei ' What the fuck? ' Não que o livro seja ruim (é maravilhosoo! aaaah, Pacth ) Mas é que me deu muita raiva porque no final ficou um grande suspense cara,e eu fiquei louca pra continuar,só que por onde? Eu definitivamente fiquei chateada, mas espero que a continuação chegue logo,sério,se não eu posso enlouquecer!  Agora sendo menos dramático e voltando ao contexto do livro, eu surtei ! Embora Crescendo ainda seja meu livro preferido, Silêncio conseguio manter quase o mesmo ritmo emocionante e que faz o meu coração bater mais acelerada a cada segundo! E a Nora? Bem, digamos que durante toda a série ela não venha tido tanta atitude,mas acho que des de crescendo,e principalmente nesse livro a personagem tem um grande amadurecimento,uma prova disso são os textos magníficos e as suas frases super demais que podemos ver no livro:  -"A verdade pode levar anos. Nunca pode acontecer. Mas definitivamente não vai acontecer se eu continuar por aqui assistindo novelas e evitando a vida. Estou indo para a escola hoje, fim da história." - pág.43 .Ameei . Estou cada dia mais me simpatizando mais a com ela,a Vee,coitada,está de coração partido nesse livro (Rixon desgraçado!) Me deu uma peninha dela,mas é com eu calar essa boca maldita se não acabo soltando espoiler. Vocês sabem que eu tenho um penhasco por Pacth,então eu não poderia deixar de dizer que ele está maravilhoso em Silêncio, embora menos arrogante e mais apaixonado, eu meio que senti falta disso, mas ele é perfeito de todo jeito, o que posso fazer? 
A mãe da Nora é alguém insuportável e ponto. Só lendo mesmo pra saber a raiva que ela disperta nesse livro, é uma bitch mesmo. E Marcie Miller,bem,é a Marcie. Temos uma Marcie menos idiota por já saber de muita coisa que se passa, e até achei que está menos vadia. Agora uma coisa que eu também não gostei foi isso da Nora perder a memória, acho que ficaria melhor sem isso. Mas o importante é que não foi uma decepção e Becca Fitzpatrick cada dia mais ganha mais credito na minha mão. 
 PS: Eu odiava com todo o meu coração aquele fodido do Hank! 
Trecho () :
 Não importa o quão forte eu apertasse meus olhos fechados, não importa o quão escuro eu forçasse a minha visão, eu ainda podia ver os seus olhares, enfrentando o julgamento. Eu não era um deles mais. De alguma forma, sem qualquer esforço próprio, eu me tornei uma estranha. Fiquei sentada por mais alguns minutos, até que minha respiração se acalmou e a vontade de chorar desapareceu. Eu não queria ir para a aula, e eu não queria ir para casa. - pág.55




E que capa é essa? Mt linda *--*. A mais bonita até hoje da série!

Sinopse: Nora Grey não consegue se lembrar dos últimos cinco meses. Depois do choque inicial de acordar em um cemitério e descobrir que ficou desaparecida por semanas, ela precisa retomar sua rotina, voltar à escola, reencontrar a melhor amiga, Vee, e ainda aprender a conviver com o novo namorado da mãe. Em meio a tudo isso, Nora é assombrada por constantes pensamentos com a cor preta, que surge em sua mente nos momentos mais improváveis e parece conversar com ela. Alucinações, visões de anjos, criaturas sobrenaturais. Aparentemente, nada disso tem a ver com sua antiga vida. A sensação é de que parte dela se perdeu. É então que o caminho de Nora cruza o de um sexy desconhecido, a quem ela se sente estranhamente ligada. Ele parece saber todas as respostas… e também o caminho até o coração de Nora. Cada minuto a seu lado confirma isso, até que Nora se dá conta de que pode estar apaixonada. De novo. “O relacionamento tempestuoso entre Nora e Patch, o típico bad-boy, é verdadeira e perturbadoramente sedutor.” Publishers Weekly

2 comentários:

Amanda Steilein disse...

Acredita que eu só li Hush Hush até agora? Não me pergunte como eu estou aguentando sobreviver sem o Patch, kkk.

Boa resenha, adorei! :)

Layla Saluanne disse...

Brigadaa amr;)
Nada comparado a suas,mas...