quarta-feira, 31 de agosto de 2011

Além do Ponto e Outros Contos - Caio F. Abreu

'Além do ponto e outros contos' é o primeiro livro do Caio Fernando Abreu que eu li. Na verdade, não é muito diferente dos seus textos, e eu achei inspirador,porque ele realmente consegue passar os sentimentos de uma forma tão simples e significativa que é poucos com esse dom. Quando eu vi esse livro na biblioteca eu catei logo, não ia perder essa oportunidade, e acho que com o tempo já estou perdendo esse preconceito bobo sobre a literatura brasileira. Depende muito do seu modo de ver as coisas,e como nesse caso, eu vejo a percepção do autor , você sente que ele em momentos se pôs sobre o personagem e demonstra seus sentimentos por um determinado.
(Cara, minha obsessão rídicula pelas coisas não somem, mais estou achando que vale a pena por essa cara,concerteza um dos melhores autores que o nosso país pode ter a honra de ser berço, e provavelmente um dos que marcaram sempre. Não acredito que tem pessoas que ainda nunca tenham ouvido falar dele! Caio&Clarice diiiivos ♥. - Me lembre de surta menos da próxima vez)
O livro retrata a vida de muitas pessoas através de contos variados,e muitas dessas histórias não é nenhum conto de fada,mostra simplesmente fatos normais que aconteciam na sociedade daquela época. Eu poderia em algumas partes até considerar uma auto-biografia se for levado em conta a vida do autor, mais eu entendo muito bem o que Caio quis fazer. Muitas vezes quando escrevemos algo colocamos muito de nós, nos deixando expostos demais ao mundo, isso pode até ser algo bom,mas também trás lados negativos que nem todo mundo pode ver,e nos deixam muito mais fracos mesmo sendo a válvula de escape. Aonde eu realmente quero chegar é que no mundo que temos hoje se expor é perigoso,mais vale a cada um julgar o risco,e como dizem, os corajosos que se escrevam.



Sinopse: A solidão, o desespero, a desilusão, o afeto inesperado... Caio Fernando Abreu trabalha, em seus contos, os impasses vividos por uma geração que sofreu muito, mas que também amou muito. Criador de uma literatura corajosa, o autor enfrentou os estigmas de seu tempo e fez uso de uma linguagem que mistura prosa e poesia, rompendo com os padrões. Construções ideológicas inovadoras combinam-se a inovações estéticas e dão o toque essencial da literatura desse grande escritor. Dentre os diversos aspectos que se destacam nas 10 histórias desta antologia, temos a problemática do isolamento do indivíduo em face de uma realidade estranha e alheia aos seus sentimentos. Seus personagens operam tentativas de criar uma nova realidade, que dê vazão ao seu mundo interior - tentativas efêmeras, frustradas, em vão. Às vezes, nas relações afetivas se estabelecem o isolamento e a incomunicabilidade: a palavra não dita na partida; o par que sofre rejeição de colegas por serem homossexuais; o casal que já não tem mais o que dizer; o rapaz adoentado que tenta se abrir com a mãe sobre sua sexualidade e suas angústias e não consegue; a relação trágica de uma solitária menina com seu gato de estimação; os desencontros em uma grande cidade. Por vezes, a solidão traz lembranças ternas e tristes; noutras, faz com que se perceba a sensaboria de uma comemoração - ou vai ainda mais longe, e leva à percepção da própria miséria física e moral.

2 comentários:

Kell disse...

EU PRECISO LER ESSE LIVRO!
Adoro o Caio!!!
Adorei o post e a sinopse, vou procurar esse livro já!!
Beijos,
Kell
http://jornalkell.blogspot.com

Layla Saluanne disse...

Brigada amor!
Vale a apena procurar o livro,é muito bom.